Testemunho com Ana Perea

Durante um das reuniões de um grupo de voluntários de Delwende em Madrid, recebemos a visita de Ana Perea, Irmã da Consolação recém chegada de Filipinas.
Dentro de uma conversa entre amigos e aproveitando a ocasião para perguntar-lhe por sua experiência, ela representava para nós que estávamos ali, o contato direto com a tarefa que fazem todos os voluntários de Delwende em Espanha: uma pessoa com experiência em diversos projetos e missões nos lugares de destino das distintas ajudas dos sócios e subvenções que Delwende recebe.

Escuela del Proyecto Makopa, Cebú
Escola do Projeto Makopa,Manila

Entre as anedotas que nos contou, nos chamou muito a atenção o que nos explicou do que significa “makopa” na língua dos nativos das Filipinas. É o fruto de uma árvore está na casa das Irmãs. De fato, este é a origem do Projeto de alimentação básica em Quezon City, Manila, se chame “Projeto Makopa”. As crianças chegavam a porta das Irmãs dizendo: “Makopa”,o nome do fruto de uma das árvores  do pátio da casa. As crianças só sacudiam a arvore quando tinha frutos.
A partir daí, o projeto se encarregou de dar alimentação básica as crianças e tentar que entrem na escola, com essa alimentação como ajudam as famílias.

Também nos conta a origem de outro Projeto: Dreamland (“a terra dos sonhos!”). Ana Perea diz que Dreamland é um projeto dedicado as crianças, porque ninguém melhor que eles, necessitam de ter um sonho, com o que sonhar e que os impulsione a construir seu futuro. Para estes pequenos, imersos na pobreza e inclusive na miséria, seus sonhos se convertem muitas vezes em pesadelos. Nós, nos atrevemos a sonhar com este pequenos centro onde as crianças ao desenvolver suas capacidades mediante atividades educativas, lúdicas e religiosas e desfrutando o serviço do refeitório e dispensário possam sonhar seu futuro e ter acesso a ele. Desde aí, queremos atender necessidades básicas dos menores em situação de pobreza e exclusão social em nossa zona: educação infantil, nutrição, necessidades de saúde.”
A partir daí e por perguntas que iam surgindo entre um e outro, Ana nos contava, por exemplo, como o carro que as Irmãs ali utilizam ajudam a quem necessita, é também uma ajuda escolar, foi comprado com uma das ajudas de Delwende. Quando o carro sai da garagem, as crianças utilizam este espaço como escola, especialmente no tempo das chuvas.

 

Imágenes de Ana Perea en Cebú
Imagens de Ana Perea em Cebú.

Ao lhe perguntar pelas fotos, nos mostrou algumas imagens que tinha em mãos e nos contou outro curioso projeto como “ A garrafa de luz dos pobres”, uma    experiência solidária que alguns conhecíamos por referências de webs ou por Youtube. (Veja o vídeo em Youtube).

Também, Ana Perea respondeu a informação dada pela Imprensa sobre Cebú como um dos centros de exploração sexual infantil. Surpreende sua resposta: confirmava as informações e comentava que para alguns pais não viam tão mal como podemos pensar. Para as famílias é uma forma de obter dinheiro e sair adiante, por cima de considerações que podemos ter em países como em Espanha.
Entre umas coisas e outras, nos falou de casos concretos: uma menina que queimou seu rosto, na explosão de um depósito de lixo, onde brincava; a importância que tem ali estar de uniforme do colégio, porque significa que está aprendendo e será alguém, as Irmãs idealizam projetos de colaboração entre as famílias do bairro,  conhecidas por elas, para que sejam todos beneficiados…

 

Imágenes del Proyecto Dreamland
Imagens do Projeto Dreamland

Para quem lê estas linhas, desde o mundo ocidental, surpreenderá comparativamente a imagem de pobreza que as palavras de Ana Perea transmite. Porém, as aspirantes chegam na casa das Irmãs em Cebú e Manila, procedentes de outras ilhas de Filipinas, também ficam surpreendidas pela pobreza que ali encontram, percebendo que em Cebu encontram gente muito mais necessitada que em suas próprias ilhas.

Conheça mais sobre o Projeto Makopa, o programa de alimentação em Manila.

(Filipinas)